A ARTE DA COMUNICAÇÃO EM FAMÍLIA.

Image 1

07/08/2019

“SABEIS ISTO, MEUS AMADOS IRMÃOS, MAS TODO O HOMEM SEJA PRONTO PARA OUVIR, TARDIO PARA FALAR, TARDIO PARA SE IRAR”, (Tg 1.19).

Esta arte possui três elementos básicos: falar, ouvir e compreender.

• Falar é fácil, mas comunicar-se é difícil.

• A responsabilidade da comunicação é de quem fala e de quem ouve.

• Os dois maiores problemas do casamento são finanças e a comunicação. De acordo com uma pesquisa do U.S. News and World Report, a principal razão pela qual os casais se separam é a “incapacidade de conversarem honestamente um com o outro, desnudarem a alma um ao outro e tratarem o outro como seu melhor amigo”.

PERDA GRADUAL DA COMUNICAÇÃO:

• Perspectivas diferentes: Antes de casarem os dois partilhavam de um mesmo sonho: o casamento e o lar. Depois do casamento, ele preocupa-se com o trabalho e ela com o lar. Ambos devem engravidar juntos e ter assuntos afins.

• Diferença de interesses e envolvimentos básicos: O sentimento de amizade e companheirismo entre o casal deve ser edificado com bases em interesses comuns.

• Temperamentos opostos afetam a comunicação: Algo que parece muito engraçadinho antes do casamento será muito irritante depois dele. É necessário que aprendamos a enxergar as coisas por intermédio dos olhos do nosso cônjuge.

• A incapacidade de seguir linhas de pensamento pode afetar a comunicação: A falta de entendimento não está tão relacionada à diferença entre mulher e homem, e sim, estão mais ligadas a diferença de temperamento do que de sexo.

• Questões não solucionadas produzem conflitos: O casal deve discutir sobre seus gostos, diferença de formação e de temperamentos durante o casamento.

“ARMAS” QUE DESTROEM A COMUNICAÇÃO:

• Explosão de nervos: Uma das armas mais eficientes para defesa própria é uma explosão de raiva, gerando discussão impedindo a família de ser cheia do Espírito Santo.

• Lágrimas: Após a explosão de raiva vem as lágrimas, um recurso psicológico também usado com frequência.

• Críticas: Falar pode ser uma válvula de escape para quem fala, mas não dá nenhum alívio para quem ouve.

• Greve de silêncio: Gera isolamento ou ressentimento, que embora essas pessoas  mantenham silêncio prolongado são pessoas extremamente raivosas, sendo que este comportamento acaba gerando doenças como por exemplo a úlcera.

• Falar incessantemente: Há pessoas que não toleram o silêncio e falam demais atrapalhando a comunicação.

O SEGREDO DA BOA COMUNICAÇÃO:

• Procurar entender o outro: “NÃO DEVEMOS BUSCAR SER COMPREENDIDOS E SIM SER COMPREENSIVOS”. O ponto central do evangelho é “dar-se”, como Jesus Cristo se deu a nós. É importante entendermos os temperamentos para não nos sentirmos agredidos. A violência entre os casais somente desaparece quando ambos passam a conhecer-se.

• Aceitar o cônjuge como ele é, incondicionalmente e com alegria: é necessário que expressemos a aceitação através das emoções.

• Dialogue com participação: Escolher um horário adequado aos dois, nunca após 21h30 ou 22h.

• Apresentar o ponto de discórdia com muito tato: Jamais quebrar o bom relacionamento. Falar com jeito e tentar evitar conflitos.

• Falar em amor (Ef 4.15): Embora a verdade é cortante e não deve ser mascarada, é como diz um cirurgião famoso: “Às vezes é necessário ferir para depois curar as pessoas. Mas quem tem amor pelos pacientes a incisão nunca é maior do que o necessário”.

• Permitir a reação: Se formos espirituais, agradeceremos pelo outro ter nos mostrado nossos defeitos, mas a maioria reage de maneira defensiva estragando a possibilidade de diálogo. A resposta branda afasta o furor, (Pv 15.1).

• Não discutir e não se defender: as sementes semeadas devem germinar; para isso é necessário tempo.

• Orar a respeito do problema, (Mt 6.6).

• É necessária mudança de conduta.

• Entregar a questão a Deus: Não devemos martelar no assunto. Deus abençoa aqueles que entregam sua vida e problemas. Deus se move de maneira misteriosa para operar Suas maravilhas.

(Tema abordado pela palestrante Eliane K. Deferrari durante o 8º Encontro Para a Consciência Cristã, no I Fórum Campinense para uma Família Sadia, em Campina Grande - Paraíba.)

 

 


























































Por Gilson Deferrari em 07/08/2019

Comentar este conteúdo (0)

Comentários:


Visite nossa Loja!